23 de set de 2011

Pernambucanês

Minhas amigas e amigos, blogueiros e leitores, sou pernambucana da gema e resolvi postar pra vocês algumas maravilhas do nosso modo de falar, tem gente que chega aqui e as vezes não entende bem o que se diz. Nessa diversidade do linguajar do nosso país, deixo aqui algumas maravilhas pernambucanas. Então, se alguém   vier a Pernambuco conhecer Porto de Galinhas e outras  praias que são lindas não fique perdido. Aliás Moro bem pertinho de Porto, se vierem visitar a terrinha e quiser algumas dicas, terei prazer em ajudar.
Então aí vai:


Botão de som é pitôco;
Se é muito miúdo é pixototinho;
Se for resto ou pequeno é cotôco;
Tudo que é bom é massa ;
Tudo que é ruim é peba;
Rir dos outros é mangar;
Ficar cheio de não me toque ou frescura é pantim;
Faltar aula é gazear;
Colar na prova é filar;
Quem é franzino (pequeno e magro) é xôxo;
O bobo se chama leso;
E o medroso se chama frouxo;
Tá com raiva é invocado;
Vai sair, diz vou chegar;
'Caba' (homem) , sem dinheiro é liso;
A moça nova é boyzinha;
Pernilongo é muriçoca;
Chicote se chama açoite;
Quem entra sem licença emburaca;
Sinal de espanto é 'vôte';
Tá de fogo, tá bicado;
Quando tá folgado, tá folote ou afolozado;
Quem tem sorte é cagado;
Pedaço de pedra é xêxo;
Quem não paga é xexêro;
O mesquinho ou sovina é amarrado, muquirana, mão de vaca, pirangueiro;
Quem dá furo (não cumpre o prometido ou compromisso) é fulero;
Gente insistente é pegajosa;
Mau cheiro de suor é inhaca;
Mancha de pancada é roncha;
Briga pequena é arenga;
Performance ou atitude de palhaço é munganga;
Corrente com pingente é trancilim;
Pão bengala é tabica;
Desarrumado é malamanhado;
Pessoa triste é borocoxô, macambúzo;
'É mesmo' é 'Iapôi';
Borracha de dinheiro é liga;
Correr atrás de alguém é dar uma carrera;
Fofoca é fuxico;
Estouro aqui se chama pipôco;
Confusão é rolo.
É assim que acontece, visse?


Beijos

3 comentários:

Drika disse...

Adorei ler o permambuques apesar de já conhecer alguns.. meus pais são permambucanos e já estive em Recife por 2 vezes amo a praia de boa viagem, e a ilha de Itamaracá tudo de bom esse lugar
bjs Drika

Manu Hitz disse...

Adoro essa regionalidade, essa força cultural pernambucana. Acho que precisamos valorizar a cultura de cada lugar, do Norte ao Sul. E acima de tudo RESPEITAR. Isso falta muito no Brasil. Somos uma nação, os Estados são irmãos e precisam andar juntos. Repudio essas manifestações preconceituosas, principalmente contra nós, nordestinos. Há beleza em cada parte do país, é muita riqueza cultural, gente. Vamos nos valorizar como POVO BRASILEIRO, com nossas diversidades regionais e dizer ao mundo o quanto amamos nosso Brasil! Sou cearense e sempre que posso manifesto minha vontade de ver nosso país unido.
Adorei o post, parabéns!

Cecinha disse...

Adorei o pernambucanês.
Sou de Tabajara-Olinda.
Bjssssssss